Devido às questões de saúde envolvendo os casos do novo coronavírus no País, as iniciativas estão alinhadas com o #fiqueemcasa, no intuito de que todos evitem aglomerações e respeitem as orientações da Organização Mundial da Saúde. O cenário atual só reitera a necessidade de manter o equilíbrio emocional e se movimentar. Empatia nesses tempos difíceis é fundamental. Se puder ajudar, cooperar e cuidar do próximo, faça! Em relação ao ambiente familiar, é interessante dialogar, colaborar, propor regras que tornem o convívio agradável.Quem tem crianças, deve orientá-las sobre o cenário, em uma linguagem de fácil compreensão, buscando realizar atividades que ocupem a sua rotina. Quem convive com pessoas acima de 60 anos em casa ou portadoras de problemas crônicos, deve compreender que elas fazem parte do grupo de risco e não devem se expor desnecessariamente. Ofereça ajuda, indo ao supermercado ou farmácia, oriente-as sobre os cuidados preventivos: ficar em casa, lavar as mãos, usar álcool em gel, evitar visitas e manter-se a pelo menos um metro de distância de outras pessoas.